domingo, 16 de abril de 2017

JOHN GALLIANO AND MICA COSTA-GRANDE, A TALE OF TWO ANTI-SEMITES





John Galliano, the acclaimed Dior designer, was videotaped, on 2011, in a small French restaurant, in a rant against Jews. The designer, later, said he was drunk and asked for forgiveness. John Galliano also said that he was an alcoholic and he did not hate Jews. The insults were directed to a group of French and Italian tourists.
All the French and International Media put the story on front page. Galliano lost his post at Dior and, years after, appeared as a designer of a small Italian fashion company, Maison Margiela. His career seems to be finished, however.
In Macau, another anti-Semite, Mica Costa-Grande, a well know artist and photographer, had a very different treatment, from the Media. For more than 7 years, MicaCosta-Grande has been posting, in his Facebook page, racist and neo-Nazi comments about Jews and Blacks. However, after his dark side was revealed, in this blog, all the Portuguese Media silenced the fact, in a strategy to protect the racist artist. 





Mica Costa-Grande even issued a statement, claiming Holocaust was a crime. But in his good old days, he refused to admit that the Holocaust existed and wrote that Zyklon B, the gas used for killing people in Auschwitz and other death camps, was not lethal. The idea that Zyklon B could kill people was a official version, imposed but controversial, he wrote, in his Facebook page (don’t look for these posts, Mica Costa-Grande deleted all of them)

sexta-feira, 14 de abril de 2017

O "FREQUENTADOR ASSÍDUO DA "CARAVELA" QUE NÃO CONHECIA "CARAVELA" NENHUMA





Para se avaliar bem "qualidade" e a personalidade do mesmo indivíduo, Luís Miguel Fernandes Crespo, aka Leocardo, funcionário da Conservatória do Registo Predial de Macau, colunista do jornal Hoje Macau e do boletim "A Voz", da Associação dos Macaenses, presidida por Miguel Sena Fernandes, convém ler esta descrição sobre o "desaparecimento" do café-restaurante "A Caravela".

O anónimo que nunca foi anónimo, embora tenha escrito sempre sob anonimato...

 

Outra peça interessante sobre o Luís Miguel Fernandes Crespo, aka Leocardo, funcionário da Conservatória do Registo Predial de Macau, colunista do jornal Hoje Macau e do boletim "A Voz", da Associação dos Macaenses, presidida por Miguel Sena Fernandes: "Não sou nem nunca fui anónimo" mas "escrevi sob o anonimato desde sempre"...


Um artigo MUITO interessante sobre o Luís Crespo, aka Leocardo

Uma das peças mais interessantes que já li sobre o Luís Miguel Fernandes Crespo, aka Leocardo, funcionário da Conservatória do Registo Predial de Macau, colunista do jornal Hoje Macau e do boletim "A Voz", da Associação dos Macaenses, presidida por Miguel Sena Fernandes: "A obsessão anal do Luís Crespo ("Leocardo")", publicada no blogue "Leocardo". 

Excertos retirados do blogue "Bairro do Oriente":
- "(...) depois de andar ali este tempo todo com mais este barrote atravessado nos rebordos daquela vala-comum em que se transformou o rêgo";
- "(...) Deve ser aquilo que ele entende por 'não ter papas na língua', e 'direito à opinião', e um c...ão pelo cu acima deste gajo";
- "(...) Ó Alberto, enquanto não chega o Abdul Enrabate Jaki, mete a vassoura pelo cu acima, que pode ser que alivie a comichão";
- "(...) os Trumpistas (...) deviam era metê-los todos numa ilha onde pudessem ir à bilha uns aos outros o dia todo, de tão "bonitos" e "puros" que são, benzósdeus";
- "(...) Nota dez para o primeiro e último comentadores, um cabo de vassoura pela peida acima do ArrowBlade GTX (nome imbecil, aliás)";
- "(...) Na quarta, ainda atordoados com a inserção anal forçada daquele melão chamado Talisca";
- "(...) epá ó seu assanhado, vai procurar um cabo de vassoura que te alivie o prurido anal, querem lá ver o que tenho que aturar?";
- "(...) deste camarada a que fiz referência neste post, cujo prurido anal levou a fantasiar sobre os dotes de Deus, imaginando uma relação homossexual entre o putativo criador e (o pobre) José de Arimateia";
- "(...) gosta de mulheres, sim senhor, porque é melhor que os rabetas e não quer cá misturas, mas que de tempos em tempos é acometido por um prurido anal que requer um tratamento que o sexo oposto não lhe pode providenciar"; 
- "(...) Mas o que aquela malta quer mesmo é piça, pá! Reparem nesta fixação com os homossexuais, e sexo anal, e diarreia, e ânus, blergh!";
- "(...) Vou aqui reproduzir o macarrónico verbatim que a infeliz criatura produziu, e de seguida (...) deixar claros alguns pontos que lhe parecem causar (ainda) um certo prurido anal:";
- "(...) Como estavas de costas não deves ter reparado, mas aquilo não foi bem a língua que eles te enfiaram no bujão, e nem por isso deixaste de gostar. Até pediste bis!";
- "(...) Dr. Xxxx-Xxxx, não conhece o verbo "cometer", mas apenas "no cu meter";
- "(...) Agora sim, vou acabar com uma pequena sugestão: os restantes administradores do grupo de que este indivíduo se diz "dono" - e que o meta todo pelo cu acima - fazem ali o quê, exactamente?";
- "(...) O fascínio do "sábio" pela estimulação anal e a persistência em agredir verbalmente pessoas que não se sabem e não se podem defender é paneleira e deveras lamentável";
- "(...) E aí está, lá para um belo dia qualquer no mês passado, afligido pela enorme comichão no rego que não o deixava em paz (...)";
- "(...) o azar foi ter herdado a comichão da mãezinha, que o faz suspirar por bacamartes dantescos, sendo o seu grande sonho picolho levar com o maço de Deus pelo rego acima, todinho. Epá que já vou deixar o gajo todo humedecido com esta conversa, que até começa a pingar do cu das calças.";
- "(...) Sabes o que é que NÃO me apetecia mesmo nada agora? Um sardão afro pelo rego acima. Ai isso seria ho-rrí-vel, credo!";

"Bairro do Oriente", o blogue da "pxxda"

A rivalizar com o termo cxxa, surge a palavra "pxxda", geralmente antecida da expressão "levar na", publicado o blogue "Bairro do Oriente, da autoria de Luís Miguel Fernandes Crespo, aka Leocardo, que é também colunista do jornal Hoje Macau e do boletim "A Voz", da Associação dos Macaenses, presidida por Miguel Sena Fernandes. São também 13 as referências, em diversos artigos. Não há praticamente nenhum palavrão que não esteja representado neste educativo blogue. Quanto a insultos pessoais, é tarefa ciclópica fazer-lhes a recolha. 

"Imbecil", por exemplo, surge 16 vezes, sempre aplicado a personalidades concretas, regra geral a quem discorda das opiniões (????) do Leocardo. Já agora, uma amostra do nível educacional do Luís Miguel Fernandes Crespo,aka Leocardo, funcionário da Conservatória do Registo Predial de Macau, colunista do jornal Hoje Macau e do boletim "A Voz", da Associação dos Macaenses, presidida por Miguel Sena Fernandes.

LISTA DE INSULTOS SELECCIONADOS, QUE ME FORAM ENVIADOS POR LUÍS CRESPO a.k.a. "LEOCARDO", VIA FACEBOOK, EM APENAS 48 HORAS (DIAS 1 E 2 DE DEZEMBRO DE 2016) NA IMAGEM PUBLICADA LOGO ABAIXO, O DESAFIO DO LEOCARDO PARA A PANCADA, QUE ME FOI ENVIAO POR SMS, NO DIA 3 DE DEZEMBRO DE 2016


és uma ratazana nojenta
cobarde de mão cheia
palhaço
nojento
bardasco
bicudo
desceste à fossa séptica da loucura
cacareja à vontade aí na alma do ridículo
não fazes uma pausa no disparate?
palhaço
traste
bardamerdas
pareces um rabo
seu merdas
és uma anedota ambulante
metes nojo
ratazana de esgoto
débil mental
amostra de lagartixa
NAZI
cobarde 
merdas
tuberculoso
avô tangas
ladra aí à vontade que eu tenho mais que fazer
tenta abrir os olhinhos de cima
o homem está louco
tás é a precisar de ir a Shell ver se te trocam as velas, ó choné
Já te mudaram a fraldinha hoje, ó esclerosado?
Retornado
xenófobo 
anti-refugiado
"As Ilações legais de um eclipsado"
Mais ranho nazi...
E quanto a ti, ó meu nazi badameco, toma o herbicida antes de ires dormir.
...a sua situação conjugal propriamente dita, ou a outra que tem com Lúcifer?
Queres dizer isto, ó palhaço anormal?
Vê lá se não encontras o que andas a pedir ó seu palhaçoide
Por enquanto ainda vou rindo das tuas macacadas.
Vai levar na peida nazi! 
Isso tudo é para quê, para eu te chegar a roupa ao pêlo? 
Sua pega reles
Olha bem para ti e para a bela figura de palhaço que andas a fazer. 
Seu merdas, seu evaporado mental 
seu dejecto ambulante
Reles
Continua praí a ladrar
cão nazi
Inútil
demente
drama queen
Pareces uma pega, ó Paulinho
Aqui o Paulinho doente é que desatou a marcar encontros lá na Caravela a qualquer hora 
O gajo gosta de mim, ou isso, blergh
A própria Caravela abriu uma espécie de filial aqui na Barra (edifícios ONDE EU HABITO!!!)
Deixa lá o Paulinho a ladrar, faz-lhe bem à bicharada
Quer "parecer muitos", quando é somente o mesmo paspalho de sempre
És um imbecil dos grandes

"Bairro do Oriente", o blogue da "pxxa

Mais um exemplo demonstrativo do nível educativo e qualitativo do blogue "Bairro do Oriente", da autoria de Luís Miguel Fernandes Crespo, também conhecido por Leocardo. Uma outra busca, com o termo pxxa, sinónimo profano de pénis, produz 10 exemplos, cada um deles mais ineteressante que o outro. De recordar que Luís Crespo é também colunista do jornal Hoje Macau e do boletim "A Voz", da Associação dos Macaenses, presidida por Miguel Sena Fernandes. 


"Bairro do Oriente", o blogue da cxxa

As buscas no blogue "Bairro do Oriente" produzem resultados interessantes. Utilizando a palavra cxxa, por exemplo, vêm-nos à rede 23 utilizações desse termo profano, sinónimo de vagina. Por aqui se pode ver a qualidade do referido blogue e do seu autor, Luís Crespo, colunista do jornal Hoje Macau e do boletim "A Voz", da Associação dos Macaenses, presidida por Miguel Sena Fernandes. 



Fazer escola (II)

"Podia dizer que "fiz escola", mas não só não me apetece agora, como nem tenho a certeza se é realmente assim. A verdade é que só recentemente deparei com páginas do Facebook dedicadas às enormidades que auto-proclamados nacionalistas (ou "naçionalistas", como alguns escrevem) deixam nesse rede social - já não sou o único!" - escreveu o entusiasmado Leocardo. Alguns exemplos da "escola" de que o Leocardo, aka Luís Crespo, tanto se orgulha. Neste caso concreto, são exemplos retirados da minha página do Facebook - insultos que o Leocardo me dirigiu:










Fazer escola... (I)

"Podia dizer que "fiz escola", mas não só não me apetece agora, como nem tenho a certeza se é realmente assim. A verdade é que só recentemente deparei com páginas do Facebook dedicadas às enormidades que auto-proclamados nacionalistas (ou "naçionalistas", como alguns escrevem) deixam nesse rede social - já não sou o único!" - escreveu o entusiasmado Leocardo. Alguns exemplos da "escola" de que o Leocardo, aka Luís Crespo, tanto se orgulha:










In "Bairrro do Oriente"

quarta-feira, 5 de abril de 2017

Os extremos tocam-se


Sabiam que o cônsul Aristides de Sousa Mendes, que “alegadamente ajudou a salvar vidas judias durante a II Guerra Mundial (…) pôs exactamente em risco a perenidade de Portugal e a vida de todos os portugueses ao desrespeitar as ordens do Presidente do Conselho e daí a célebre repreensão que António de Oliveira Salazar deu ao diplomata, acção essa que tem sido propositadamente e politicamente mal interpretada e contada pelos políticos de Abril????" Não sabiam?? Pois, não leram o que o Vitório Cardoso escreveu em 2006, no seu blogue Portas do Cerco. ”

Pormenor curioso é o facto de de este antigo membro da Ala dos Namorados, ser o único militante do PSD declaradamente de extrema-direita - uma incongruência que não lembra ao Diabo e pede meças a quem se orgulha de ser coerente. Curioso, curioso, é ver caçadores de políticos e de bloguistas de extrema-direita (que são todos os que não pensem como eles), fanaticamente anti-nacional-socialistas, aos beijos na boca do dito cujo salazarista ferrenho, Vitório aka "Fura-bolos".