sábado, 3 de dezembro de 2016

PONTO FINAL NA POLÉMICA COM O SR. LUÍS CRESPO


Quem me conhece sabe que não sou cobarde. Mas também não sou suicida e, acima de tudo, não tenho o direito de colocar em risco a vida de familiares meus, por causa da polémica em que me envolvi, desde Setembro passado, com este indivíduo completamente desiquilibrado - pormenor que, na altura, eu ignorava!

Assim, a partir deste momento, dou por encerrada a minha polémica com o sr. Luís Miguel Fernandes Crespo a.k.a. "Leocardo", que pode ver-se nas fotos acima publicadas. Aproveito para agradecer a intervenção que terceiras pessoas tiveram, nesta desagradável situação. Depois de me ter sido explicada, em detalhe, a natureza do problema que tenho vindo a enfrentar,  concordei em seguir os conselhos dessas mesmas pessoas que, tendo sido próximas do indivíduo em questão, têm um melhor conhecimento das suas motivações e forma como funciona a sua "psique".

Além disso, trata-se também de uma situação idêntica à exemplificada numa das mais célebres citações do dramaturgo George Bernard Shaw: "Nunca lutes com um porco. Ficas todo sujo e, pior ainda, o porco até gosta." Para citar o que disse uma dessas pessoas, o sr. Luís Crespo apenas me "deixará em paz" quando eu não lhe "der mais luta", ignorando-o completamente.

Foi este o conselho dado "ao último 'infeliz' que caiu no goto" do sr. Luís Crespo, disse-me a mesma pessoa, garantindo-me que a "receita" nesse caso, "funcionou". Sendo assim, não me importo de tentar, também. Mas reservo-me, obviamente, o direito de aplicar, posteriormente, a minha própria receita, caso a agora recomendada não produza resultados. E quanto a esse tipo de receitas de medidas de prevenção contra o crime, estou totalmente de acordo com a National Rifle Association: o melhor método é um revolver 38, carregado e dentro de um coldre, à cintura. Em Macau, este método requer, naturalmente, algumas adaptações às especificidades locais...

Paulo Reis
pjcv.reis@gmail.com

PS - Além disso, háa muitas maneiras de esfolar um cabrito...

Enviar um comentário